Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Regina: TSE fracassou no combate a mentiras e à violência nas eleições

  • Publicado: Terça, 16 de Outubro de 2018, 18h21
  • Última atualização em Segunda, 22 de Outubro de 2018, 15h36
Tamanho da letra:


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não conseguiu se adaptar às novas tecnologias e conter a onda de fake news disseminadas pelas redes sociais. Essas mentiras, largamente compartilhadas, acabaram se transformando em verdades no imaginário popular e influenciam o voto dos brasileiros. A constatação é da senadora Regina Sousa (PT-PI).

Em pronunciamento ao plenário nesta terça-feira (16), a parlamentar lamentou a morosidade do Tribunal em conter os abusos. Exemplo evidente é só agora ter anunciado a decisão de que devem ser retiradas das redes as postagens que vinculam Fernando Haddad à distribuição de um fantasioso e absurdo kit-gay.

“Não adianta mandar tirar uma mentira depois que milhões já compartilharam. Não adianta mais!”,lamentou. Para Regina, a comissão criada pelo TSE para conter a propagação de mentiras durante o período eleitoral simplesmente fracassou.

“Fizeram uma comissão que anda num ritmo de antigamente, com processos, sessões, apartes. E a mentira anda em ritmo de supersônico, até mais, porque em segundos, milhões de pessoas compartilham essa mentira”, disse.

Guerrilha
Como se a lentidão de quem deveria controlar o processo não fosse suficiente, o que deveria ser um meio de comunicação transformou-se em território livre para propagação de todo tipo de desinformação e mentira deliberada. “Acho que as redes sociais, principalmente o WhatsApp, deixaram de ser um instrumento de comunicação e viraram uma arma, um instrumento de guerrilha”, afirmou.

Em consequência, criou-se um clima de violência no País que está muito perigoso, acredita. “É muito perigoso o que está acontecendo, porque foi montada uma rede muito poderosa. Eu acho que chocaram o ovo da serpente e agora não sabem o que fazer com a serpente que nasceu. Este País está cheio de pit bulls que estavam contidos e que agora estão soltos. Ninguém mais contém isso. Qualquer coisa é motivo para agressão. Não é mais agressão só verbal, não é mais agressão só da rede. É chegar a vias de fato”, denunciou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página