Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Regina Sousa homenageia a Academia Piauiense de Letras

  • Publicado: Segunda, 21 de Maio de 2018, 18h22
  • Última atualização em Terça, 05 de Junho de 2018, 13h42
Tamanho da letra:



A senadora Regina Sousa (PT-PI) discursou nesta segunda-feira (21), em Brasília, em uma sessão em homenagem aos 100 anos de existência da Academia Piauiense de Letras (APL). A sessão foi realizada por iniciativa do senador Elmano Férrer (Pode-PI).

Regina disse que, enquanto preparava seu pronunciamento, ficou imaginando o que se passou nas cabeças do grupo de intelectuais piauienses que, no penúltimo dia de um ano como 1917, em que acontecia a Revolução Russa, a Primeira Guerra Mundial e a primeira greve geral de trabalhadores no Brasil, resolveram dar uma pausa nas festividades para criar um grêmio literário destinado a discutir um tema até hoje considerado por muitos como de menor importância.

“Penso que eles já percebiam que, num mundo em que o diálogo entre as culturas era feito com a voz rouca dos canhões e o silêncio frio das baionetas, a literatura furava os bloqueios dos egocentrismos extremos e promovia encontros de pensamentos diferentes”.

Durante a homenagem, Regina comunicou aos acadêmicos presentes que apresentou dois projetos buscando valorizar os livros e a literatura de cordel. O primeiro determina a instalação de um pequeno acervo de livros paradidáticos e de literatura infantil em todas as salas de aula do 1º ao 5º ano do ensino fundamental (PLS 158/2016). O objetivo é incentivar o gosto pela leitura nas crianças e desburocratizar as bibliotecas.

A segunda proposta, para a qual Regina também pediu apoio, é o PLS 138/2018, que inclui o estudo da literatura de cordel, do repente e de outros cantos de improviso no currículo da educação básica.

registrado em:
Fim do conteúdo da página