Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Por uma força tarefa que integre polícia e comunidade

  • Publicado: Sexta, 15 de Setembro de 2017, 12h11
  • Última atualização em Segunda, 18 de Setembro de 2017, 10h52
Tamanho da letra:

Foto: Paulo Pinto/AGPTFoto: Paulo Pinto/AGPT
A senadora Regina Sousa (PT-PI) ouviu, nesta quinta-feira (14), os relatos fortes de representantes de comunidades paulistanas durante reunião no Ministério Público Estadual de São Paulo. As Comissões de Direitos Humanos do Senado e da Câmara dos Deputados estão em diligência em São Paulo para debater problemas das pessoas que vivem em comunidades e em situação de rua.

Já no primeiro encontro, com Procurador-Geral de Justiça do Estado de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio, mães contaram como perderam seus filhos para a violência policial. A senadora lembrou todo o preconceito ainda existente na sociedade contra os negros. “Isso é muito arraigado no inconsciente das pessoas”.

Para ela, a melhor maneira de enfrentar o problema é formar uma força tarefa que envolva as pessoas que são vítimas da violência. “Se as pessoas que estão sofrendo não participarem, não vamos achar saída”, disse, insistindo que o policial não pode ser o inimigo da comunidade. “Ele [o policial] tem que ser parte, conhecer, tem que educar a comunidade e ser uma pessoa de quem as pessoas que vivem no local gostem”, afirmou. A saída, segundo afirmou a parlamentar, é formar uma corrente do bem, unindo forças para resolver de vez a violência.

Regina lamentou que a violência esteja matando os jovens no País. Além da violência urbana como um todo, o Brasil também enfrenta as mortes no campo e ataques a populações indígenas. Além da violência no trânsito. Ela lembrou os altos índices de mortes de jovens, especialmente em acidentes de motocicletas. “Se não agirmos, em breve este será um país de velhos”, alertou.

Também participaram do debate os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Paulão (PT-AL) e os vereadores Eduardo Suplicy e Juliana Cardoso, ambos do PT.

registrado em:
Fim do conteúdo da página