Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Lula: uma caravana de agradecimento e de unidade

  • Publicado: Segunda, 04 de Setembro de 2017, 16h52
  • Última atualização em Sexta, 08 de Setembro de 2017, 17h09
Tamanho da letra:

Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert
Após quatro dias no Piauí, com eventos promovidos nas cidades de Marcolândia, Picos, Teresina e Altos, a Caravana "Lula pelo Brasil" seguiu nesta segunda, 04, rumo a São Luís do Maranhão, onde será finalizada. Um governador (Wellington Dias), três senadores (Regina Sousa, Paulo Rocha, Lindbergh Farias), quatro deputados federais (Assis Carvalho, Benedita Silva, Valdir Maranhão e Zarattini), prefeitos, além de autoridades estaduais e a imprensa local e nacional acompanharam a visita que teve como temas o empreendedorismo, habitação, juventude, energia, desenvolvimento e a entrega de títulos de cidadania.

Por aqui ficaram muitas histórias, como a de Aron Maciel, filho de uma mãe vendedora de frutas e pai vigilante. Ele estudou a vida inteira em escola pública , graças ao Prouni é aluno de uma faculdade particular de odontologia em Teresina. No último domingo, no município de Altos, ao lado da mãe visivelmente emocionada, ele exibia um humilde cartaz escrito a mão em que dizia: obrigado pelo Prouni.

Esse era o verdadeiro sentimento dos piauienses ao receber a caravana. De agradecimento. A população lotou todos os eventos promovidos numa grande festa para o ex-presidente. Em Altos, eles comemoraram também a visita de Lula à cidade após 35 anos da sua primeira passagem. Quem lembra bem essa história é Fernando Meneses, militante e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores no Piauí. Chorando, ele entregou uma camisa em homenagem a Lula e disse: "você tem que voltar para o Brasil mudar". Essa esperança também era sentida nos gritos da população presente e simbolizada na pequena Maria Vitória, de apenas 4 meses, e no senhor Chicó, com quase 100 anos, ambos tomados nos braços pelo ex-presidente.

Lula também se recorda muito bem da primeira vez que esteve no lugar. E contou, emocionado, que ali comprara umas laranjas e os bagaços jogados fora eram aproveitados por crianças que passavam fome. "Naquele dia eu prometi a mim mesmo que se, no término do meu mandato, eu tivesse garantido que cada mulher e cada homem tomasse café da manhã, e tivesse almoço e jantar, eu já teria feito a obra da minha vida", relatou.

Em Teresina não foi diferente. Politicamente a capital é administrada há mais de 25 anos por tucanos. E mesmo assim o Teresina Hall ficou lotado com uma estimativa de presença de mais de 10 mil pessoas. Ao falar para a juventude, ele reconhece que talvez não compreenda a realidade da juventude do século XXI, mas deixa dois recados que não podem ser esquecidos: "a desgraça de quem não gosta de política é que é governado por quem gosta" e "toda vez que você acharem que nenhum político presta, ainda assim vocês não podem desanimar e têm que tomar a decisão. O político honesto que queremos pode estar dentro de cada um de vocês", ressaltou, chamado a juventude a se preocupar com a história do Brasil. Mais a frente acrescenta: "Sem luta não há razão de viver. Mais vale a amargura de uma derrota do que a vergonha de não ter participado da luta".

Como definiu o mestrando em Ciências da Computação Alexandre Ramos, na cidade de Picos, essa não é uma caravana de solidariedade, mas de unidade. "Somos todos Lula. Lula representa todo o povo pobre e negro do Brasil", ressaltou. "É um banho de povo no Lula. Um banho de Lula no povo", poetiza a senadora Regina Sousa (PT-PI). "Uma esperança com confiança", define o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

 

TIMON

Ainda no domingo foi feita a transferência da bandeira do PT para o vizinho estado do Maranhão. Em ato na cidade de Timon, Lula lembrou a valorização dos municípios empenhada durante os governos petistas com a criação do Ministério das Cidades. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página