Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Regina Sousa defende água como direito de todos

  • Publicado: Terça, 20 de Março de 2018, 14h22
  • Última atualização em Quarta, 18 de Abril de 2018, 11h26
Tamanho da letra:

Foto: Ricardo Borges/Assimp.Senadora Fátima BezerraFoto: Ricardo Borges/Assimp.Senadora Fátima Bezerra

A senadora Regina Sousa (PT-PI) participou nesta terça-feira (20) da Conferência Parlamentar "O papel dos parlamentos e o direito à água", durante o 8º Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília. A senadora levou ao evento a posição dos movimentos sociais, que consideram a água como um direito, não mercadoria.

Integrante das comissões de Mudanças Climáticas e de Meio Ambiente do Senado, Regina reforçou que as próprias Nações Unidas concordam, em diversos documentos, que a água e o esgoto sanitário são direitos fundamentais das pessoas, pois não há vida sem água e ela é um bem comum que precisa ser compartilhado entre a humanidade e os demais seres vivos.

Regina criticou o capitalismo predatório que provoca alterações climáticas, poluição e a destruição dos ecossistemas essenciais para a renovação da água. Ela lembrou que recentemente uma liderança do Movimento das Quebradeiras de Coco Babaçu sofreu um atentado no Piauí porque enfrentou um fazendeiro que cercou como seu, com arame farpado, um açude da região, impedindo o acesso das demais pessoas à água.

Ela disse esperar que soluções para a escassez de água sejam apontadas ao final do fórum. Para ela, é impossível admitir que no século XXI, o Unicef constate que todos os dias mais de 800 crianças menores de cinco anos morrem de doenças associadas à falta de água e de higiene. “As pessoas ainda são obrigadas a beber água de qualidade duvidosa em todo o mundo. E no Brasil, vidas preciosas ainda são perdidas para a diarreia causada pela água suja”, sentenciou.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página