Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

O Brasil assina todos os tratados, todas as convenções, mas não cumpre, diz Regina

  • Publicado: Quinta, 01 de Março de 2018, 19h52
  • Última atualização em Quinta, 01 de Março de 2018, 19h59
  • Acessos: 300
Tamanho da letra:

Foto: Marcelo ClementeFoto: Marcelo Clemente
A senadora Regina Sousa (PT-PI) lamentou ontem, em plenário, os retrocessos que o Brasil está acumulando na área de direitos humanos. “O Brasil assina todos os tratados, todas as convenções, mas não cumpre. É preciso tomar uma providência sobre isso”, disse. Ela participou de evento promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) que apresentou a Revisão Periódica Universal - avaliação do cumprimento das 240 recomendações sobre direitos humanos em 193 países.

“Infelizmente, o Brasil apresentou uma fotografia muito ruim”, disse a senadora. Os dados da ONU mostram que o país retrocedeu muito nos últimos anos no quesito cumprimento de direitos humanos, especialmente quanto à situação do sistema carcerário e dos índices de homicídio de mulheres, jovens negros e população LGBT.

Questões essenciais como demarcação de terras indígenas, trabalho infantil e trabalho escravo foram “deixadas de lado”, disse a senadora. “Para terem uma ideia, no ano passado, até setembro, 277 pessoas LGBTs foram mortas neste País. Esse é um número alarmante com que o mundo inteiro se escandaliza. A questão do trabalho infantil, do trabalho escravo... Então, a constatação é a de que houve retrocesso”, explicou.

Regina lamentou os “passos para trás” e sublinhou que o Brasil está perdendo conquistas dos direitos humanos verificadas nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. “A gente pensa que está dando passos para frente, faz todo um esforço, todo um trabalho, mas, quando a gente vai avaliar, há alguém que puxa para trás, há um sistema que puxa para trás”, observou.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página